top of page
Buscar

TAHL SOBRE PETROSIAN.




TAHL SOBRE PETROSIAN.

Entrevista com Mikhail Tahl, página 55 da Revista U.R.S.S. de Novembro de 1964.

Jornalista: - O que você diria sobre o estilo de Petrosian?

Tahl: - Petrosian é considerado discípulo de Nimzowitsch e Capablanca. A julgar pelas suas partidas, eles realmente influenciaram o seu método criativo. Mas só de forma geral. Petrosian tem um xadrez muito original.

É um jogador com um extraordinário domínio das combinações, calcula rapidamente uma quantidade enorme de variantes. Quando está atrás do tabuleiro, porém, essa sua qualidade parece afundar em um segundo plano. Às vezes você sente que fez o movimento mais passivo entre vários possíveis. Mas pergunte-lhe depois do jogo (na análise pós-mortem) por que ele fez precisamente esse movimento e não outro, e invadirá uma avalanche de variantes com as quais ninguém jamais sonhou.

Petrosian sempre vê o jogo através dos olhos do seu adversário e até percebe coisas que o seu rival nunca reparou. Embora o medo seja algo totalmente desconhecido para ele, seu senso de perigo é muito agudo, é por isso que ele joga assim.

7 visualizações0 comentário

Comments