top of page
Buscar

O xadrez quer ser espetacular: Magnus Carlsen CONVIDA

O xadrez quer ser espetacular: Magnus Carlsen o revoluciona com um torneio online



VEJA PARTIDAS AO VIVO 11:00h DO BRASIL



         O mundo do xadrez parecia estar à margem do coronavírus. Cancelamentos de eventos tecnológicos e esportivos eram a norma como medida para evitar novas infecções, mas o xadrez continuava.

         Isso foi demonstrado pelo Torneio de Candidatos, que há um mês ainda estava sendo realizado na cidade russa de Ecaterimburgo, onde os oito jogadores mais fortes do ranking da FIDE (exceto Carlsen) foram medidos lá em jogos clássicos com o objetivo de alcançar o cobiçado lugar para jogar o campeonato mundial contra o mencionado Carlsen, que o realiza desde 2013. 

        NA XATAKA – O Twitch está transformando o xadrez em um esporte muito mais dinâmico e divertido, no qual os erros não importam (muito) Esse turno acabou sendo cancelado após sete rodadas realizadas entre as 14 marcadas. A FIDE estava finalmente reagindo quando o governo russo decidiu interromper o tráfego aéreo. Os jogadores foram evacuados para suas casas sem saber quando ou como esse encontro terminaria, chave no circuito de elite do xadrez. 

        Isso fez o interesse do xadrez se concentrar nos jogos online. Serviços como o Twitch vêm provando há algum tempo que o xadrez tem um enorme potencial nesse formato, especialmente porque os jogadores geralmente optam por jogos rápidos, muito mais dinâmicos e, é claro, muito mais propensos a cometer erros. Um torneio diferente e espetacular Essa foi a oportunidade que Magnus Carlsen aproveitou para propor um torneio diferente. Este é o Magnus Carlsen Invitational, que reúne oito dos melhores jogadores do mundo em jogos clássicos (jogos longos) e jogos rápidos. Por convite O campeão mundial aproveitou o confinamento do coronavírus para celebrar um evento único. Para ele, essa situação foi precisamente uma oportunidade de revolucionar o jogo. “O xadrez”, disse ele, “é único no mundo dos esportes, pois os movimentos são os mesmos, sejam eles jogados em uma placa de madeira ou realizados na tela de um computador”. As características do torneio são impressionantes e diferenciam dos formatos clássicos. O jogo não muda como tal, mas muitas outras seções fazem: Está online: os jogadores se enfrentam através da plataforma Chess24 – da qual Magnus Carlsen é acionista -, ÁS 11h do BRASIL, mas também possui medidas especiais para detectar trapaças, como câmeras que permitem ver a atividade do jogador e do computador e outros segredos. 

      Como Leontxo García explicou, os jogadores não trapaceiam: enganar levaria à decadência de suas carreiras. Jogos rápidos: o formato dos jogos é 15 + 10, ou seja, 15 minutos para cada jogador e 10 segundos por jogada realizada. O torneio se afasta dos formatos clássicos com jogos muito mais longos, e sem jogos relâmpagos, se eles fazem os jogadores pensarem muito mais rápido e os jogos são mais dinâmicos e propensos a erros. O risco é maior, mas é que a recompensa também é, como veremos abaixo. Três pontos para o vencedor: A primeira fase é uma rodada entre os oito jogadores, com dois duelos simultâneos de quatro jogos por dia. Esses jogos marcam como de costume (1 ponto para o vencedor, zero para o perdedor, 1/2 ponto no caso de empate), mas se no final desses quatro jogos houver empate, o chamado “Armageddon” será comemorado. jogo mais rápido, com cinco minutos para branco (forçado a vencer) e quatro para preto. Quem vence o duelo sem o Armagedom recebe três pontos (zero para o perdedor), como no futebol: o incentivo ao risco é claro. Se um empate é alcançado, o vencedor do duelo recebe dois pontos e o perdedor, um (algo é alguma coisa). Após essa fase inicial, a segunda fase consiste nas semifinais, duelo pelo terceiro e quarto lugar e a grande final (próximo 3 de maio).

        A ideia de Carlsen é interessante e atraente para todos, especialmente porque a recompensa é suculenta: US $ 250.000 em prêmios, o maior já registrado em um torneio online. A proposta também recompensa o programa e quem arrisca, algo que tenta erradicar precisamente o jogo conservador e as críticas que os jogadores de elite “jogam de cor” durante boa parte dos jogos clássicos. Ver xadrez pode ser (muito) divertido. Por exemplo, aconteceu no último campeonato mundial em que todos os jogos da temporada regular entre Carlsen e Fabio Caruana terminaram empatados. Apenas o desempate com jogos semi-rápidos conseguiu decantar a vitória para o lado de Carlsen. O elenco de jogadores também é impressionante: além de Carlsen, há Fabio Caruana, vice-campeão do mundo no modo clássico, e Hikaru Nakamura, número um no ranking em jogos de raios.             NA XATAKA – Se você não gosta de xadrez tradicional, aqui estão 17 “garfos” do jogo que conquistam metade do mundo Liren Ding, terceiro no mundo em ambas as modalidades, é outro candidato, enquanto Maxime Vachier-Lagrave também tem muitas cédulas. De fato, ele foi o primeiro no Torneio de Candidatos de surpresa depois de ocupar a vaga de Radjabov, que não queria participar por medo de receber coronavírus durante o evento. Ao lado deles está o russo Ian Niepómniachi, que também liderava o torneio, e o holandês Anish Giri, irregular, mas promissor. No entanto, o que gera mais expectativa é o iraniano Alireza Firouzja, um prodígio de 16 anos que de fato derrotou Carlsen em jogos super rápidos duas vezes nas últimas semanas. 

       O torneio é transmitido on-line no Chess24 todos os dias, a partir das 16:00 CEST, com comentários em nove idiomas (nos canais do YouTube, como o Chess24 em espanhol, cujas transmissões são mais voltadas para o futebol do que nunca) e representa sem dúvida uma das grandes oportunidades do xadrez para se tornar um esporte muito mais massivo e espetacular.



1 visualização0 comentário