top of page
Buscar

GM Krikor desabafa contra CBX

Desabafo do Gm Krikor em seu facebook








         Há 6 meses divulgamos uma carta aberta contestando o regulamento de convocação da Olimpíada de Xadrez de 2020 em Moscou, no próximo mês de agosto. Abrimos mão de representar a equipe caso o regulamento não fosse alterado (http://bit.ly/Post-Olimpíada). Onze jogadores de ponta do país assinaram essa carta. A Confederação Brasileira de Xadrez, como costuma fazer, esteve em silêncio absoluto desde o nosso primeiro questionamento sobre este regulamento.          Mas para a nossa surpresa, houve uma reação da CBX: a alteração e manipulação do regulamento, sem a publicação de um comunicado avisando essas mudanças.          Existem dois critérios essenciais na convocação: jogar 45 partidas de xadrez clássico e ter participado do Zonal ou Continental entre janeiro de 2019 e maio de 2020. Entretanto, após essa mudança ‘na surdina’, está escrito que esses critérios serão utilizados “a não ser que haja desistências ou substituições, quando este critério não será necessário”.          A CBX sabe que haverá desistências e está passando por cima do regulamento mais uma vez. O comunicado original sequer foi excluído da página e continua disponível: http://www.cbx.org.br/…/comunicado-cbx-n-232019-regulamento….          E o regulamento alterado: http://www.cbx.org.br/…/Regulamento_de_formacaoequipeolimpi…          Qual o motivo dessas mudanças? Em caso de desistência, o natural é que a convocação siga a lista de rating até o próximo jogador apto. Com o regulamento atual, é possível incluir jogadores que sequer movimentaram o rating nos últimos anos e que não participaram dos torneios exigidos, anulando por completo os critérios do próprio regulamento. Esse texto foi elaborado pelos mesmos jogadores que redigiram a carta do ano passado. Texto do Krikor em seu facebook

2 visualizações0 comentário

Comments